41 3165-7000

41 99698-0378

NORMAS PARA FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS

Buscar

ORIENTAÇÕES

PARA ABERTURA DOS ESTABELECIMENTOS

DURANTE A PANDEMIA COVID-19

PREZADO CLIENTE,

Em vista de aglomerações na ruas, parques e em comércios que foram verificadas em vários locais da Capital a Prefeitura anunciou que vai apertar a fiscalização. Além da Guarda Municipal, fiscais do Urbanismo têm desenvolvido um trabalho voltado para estabelecimentos comerciais, no intuito de inibir excessos. Um bar, na Rua Conselheiro Carrão, no Juvevê, foi fechado. 

Os estabelecimentos que não cumprirem as medidas estabelecidas na resolução da Prefeitura ficam passíveis de responsabilização administrativa, civil e penal, sujeitando-se, por exemplo, à cassação de alvará, entre outras medidas. A Prefeitura lembra que pode tomar novas medidas conforme a evolução da pandemia na Capital.

O QUE DEVE SER FEITO:

😷CRITÉRIOS DE DISTANCIAMENTO SOCIAL QUE DEVEM SER SEGUIDOS PELA POPULAÇÃO E PELOS ESTABELECIMENTOS

• Os serviços deverão funcionar com o número máximo de 9m2 por pessoa no interior dos estabelecimentos, considerando a área total de circulação/permanência de pessoas;

• Áreas menores, cuja ocupação seja incompatível com o espaçamento de 9 m2, deverão providenciar o atendimento externo (da porta para fora).

• Para estabelecimentos e prédios comerciais que disponham de elevadores, deverá ser permitida mais de uma pessoa, desde que da mesma família, caso contrário deverá ser utilizado individualmente;

• Manter fechadas as áreas de convivência, tais como salas de recreação, brinquedoteca e afins;

• As compras nos mercados, supermercados e hipermercados devem ser realizadas, prioritariamente, por uma pessoa, por família, evitando-se assim as aglomerações;

• Fica obrigatório o uso de máscara pela população, em geral, nos espaços abertos ao público, ou de uso coletivo, inclusive os comerciais, no Município de Curitiba. Poderão ser usadas máscaras de confecção caseira, conforme as orientações do Ministério da Saúde e os protocolos da Secretaria Municipal da Saúde.

• No interior do estabelecimento, as pessoas deverão manter-se afastadas a uma distância mínima de 1,5m uma das outras, incluindo profissionais e pessoas do próprio local;

• Manter uma única porta de entrada e uma única porta de saída no estabelecimento, controlando o número de pessoas que entram e que saem do estabelecimento;

• Quando o estabelecimento possuir uma única porta, deve-se organizar o fluxo de entrada e saída de pessoas por esta porta, evitando-se a aglomeração e cruzamento no fluxo de pessoas;

• O estabelecimento deve fornecer máscaras e álcool gel 70% para todos os funcionários durante o horário de funcionamento do estabelecimento;

• O estabelecimento deve exigir que todos as pessoas estejam utilizando máscaras durante o horário de funcionamento externo e interno;

• Poderão ser utilizadas máscaras caseiras, conforme as orientações do Ministério da Saúde e os protocolos da Secretaria Municipal de Saúde;

• Organizar filas para acesso ao estabelecimento com distanciamento mínimo de 1,5m entre as pessoas, controlando a entrada de acordo com o número máximo permitido no interior do ambiente;

• Organizar as filas no interior dos estabelecimentos, de forma a manter a distanciamento de 1,5m entre as pessoas;

• Realizar a demarcação do posicionamento das pessoas nas filas, considerando também o distanciamento entre os atendentes dos caixas e balcões;

• Funcionários com sintomas de gripe ou resfriado (febre, tosse, ou sintomas respiratórios) devem ser afastados de suas atividades;

• Pessoas com sintomas de gripe ou resfriado (febre, tosse, ou sintomas respiratórios) devem ficar em casa;

 

🛵SERVIÇOS DE ENTREGA

Orientações para o entregador:

✓ Intensificar a limpeza do “baú”, guidão, banco e capacete da moto com água e sabão (detergente neutro) ao final do turno de trabalho e sempre que necessário;

✓ Ter disponível para uso álcool gel 70%;

✓ Antes de pegar os produtos deve realizar a lavagem das mãos com água corrente, sabonete líquido e toalhas descartáveis ou utilizar álcool 70% gel;

✓ O pagamento de contas deve ser realizado preferencialmente pelo aplicativo ou site. Caso contrário, utilizar o cartão bancário, onde o próprio cliente deve manusear o cartão e a máquina de recebimento deve ser constantemente higienizada pelo entregador com álcool 70%.

✓ Em caso de alimentos, estes devem ser embalados em recipientes descartáveis e com lacre inviolável.

✓ Ao realizar a entregar, manter distância de no mínimo 1,5 metros do cliente ou porteiro.

✓ Quando da entrega em condomínios preferencialmente realizá-la na portaria;

✓ Quando tossir ou espirrar:

          • Cobrir o nariz e a boca com lenço descartável e posteriormente descartá-lo.

          • Caso não haja lenço ou toalha de papel disponível, cobrir nariz e a boca com a parte interna do braço com cotovelo flexionado (etiqueta respiratória).

✓ Caso apresente sintomas de gripe ou resfriado (Febre, tosse e/ou sintomas respiratórios) deve ficar afastado de suas atividades e procurar informações através do 3350-9000;

 

🍴PRINCIPAIS MEDIDAS PREVENTIVAS PARA SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO

✓ Os restaurantes somente poderão atender na modalidade à lá carte, prato executivo/prato feito ou sistema de serviço tipo rotisseria, onde a montagem dos pratos é realizada por funcionário do estabelecimento, conforme solicitação do cliente. Neste caso o equipamento de exposição das opções de alimentos deve ser isolado do cliente (fechado com material rígido transparente, como vidro, acrílico ou similar) para proteção dos alimentos e visualização pelos clientes.

✓ Fica suspenso o funcionamento do sistema de buffet (self-service) em restaurantes, lanchonetes, padarias e similares;

✓ Permitida a atividade de delivery, retirada no local ou drive thru;

✓ Os serviços deverão funcionar com lotação máxima de 1 pessoa a cada 9m² no interior dos estabelecimentos, considerando a área total de circulação de pessoas e o número de funcionários e clientes presentes no local;

✓ Restaurantes e lanchonetes com consumo de alimentos no local devem providenciar o espaçamento mínimo 1,5 metros entre as pessoas ou de 2 metros entre as mesas;

✓ As mesas para consumo de alimentos dos restaurantes devem ser higienizadas e desinfetadas antes e após a utilização;

✓ As louças, talheres e utensílios devem ser colocados à mesa somente na hora de servir, não devem ficar expostos;

✓ Quando se utilizar o sistema de serviço tipo rotisseria todos os utensílios (louças, talheres e bandejas) deverão permanecer na parte interna da área de servimento, com acesso somente pelo funcionário;

✓ Os cardápios devem ser frequentemente higienizados com álcool 70%;

✓ Não disponibilizar galheteiros, bisnagas ou outro produto/condimento de uso comum nas mesas. Os produtos devem ser fornecidos em embalagens individuais;

✓ Para clientes e funcionários: disponibilizar acesso fácil a pias providas com água corrente, sabonete líquido, toalhas descartáveis, lixeiras com tampa acionada por pedal ou álcool gel 70% em pontos estratégicos.

✓ Funcionários: higienização das mãos antes e após a manipulação dos alimentos ou a qualquer interrupção;

✓ Não é recomendado o uso de luvas descartáveis e sim a higienização frequente das mãos;

✓ Obrigatório o uso de máscaras de proteção para todos os funcionários internos/ externos e clientes;

✓ Disponibilizar no “caixa” álcool gel 70% para a Higienização das mãos;

✓ Pagamento de contas: preferencialmente via cartão bancário. Organizar a fila para pagamento com distanciamento mínimo de 1,5m entre as pessoas;

✓ Manter todos os ambientes bem arejados;

✓ Serviços que possuírem ar condicionado, manter limpos os componentes do sistema de climatização;

✓ Intensificar a limpeza dos pisos, equipamentos e utensílios com água e sabão ou produto próprio para limpeza.

✓ Intensificar a higienização dos sanitários sendo que o funcionário deverá utilizar luva de borracha exclusiva, avental, calça comprida e sapato fechado;

✓ Proibido o uso de bebedouros;

✓ Os espaços Kids devem permanecer fechados e sem acesso ao público.

✓ Funcionários com sintomas de gripe (Febre, tosse e/ou sintomas respiratórios) devem ser afastados de suas atividades e orientados a procurar médico;

✓ Divulgar e informar aos trabalhadores para que ao tossir ou espirrar:

        • Cobrir o nariz e a boca com lenço descartável e posteriormente descartá-lo.

        • Caso não haja lenço ou toalha de papel disponível, cobrir nariz e a boca com a parte interna do braço com cotovelo flexionado (etiqueta da tosse).

 

🏨PRINCIPAIS MEDIDAS PREVENTIVAS PARA ÁREA DE RESTAURANTES / SALÃO DE CAFÉ DA MANHÃ EM HOTÉIS E CONGÊNERES

✓ Os restaurantes somente poderão atender na modalidade à lá carte, prato executivo e/ou delivery;

✓ Nos restaurantes à lá carte (prato feito), os utensílios devem ser colocados à mesa somente na hora de servir;

✓ Os cardápios devem ser frequentemente higienizados com álcool 70% líquido;

✓ Os temperos devem ser disponibilizados somente através de saches de uso individual;

✓ Deve-se providenciar o espaçamento mínimo 1,5 metros entre as pessoas ou de 2 metros entre as mesas;

✓ Para clientes e funcionários: disponibilizar acesso fácil a pias providas com água corrente, sabonete líquido, toalhas descartáveis, lixeiras com tampa acionada por pedal ou álcool gel 70% em pontos estratégicos.

 ✓ O estabelecimento deve fornecer máscaras e álcool gel 70% para todos os funcionários durante o horário de funcionamento do estabelecimento;

✓ O estabelecimento deve exigir que todos os hóspedes/clientes estejam utilizando máscaras quando circularem nas áreas comuns do estabelecimento e no restaurante;

✓ Poderão ser utilizadas máscaras caseiras, conforme as orientações do Ministério da Saúde e os protocolos da Secretaria Municipal de Saúde*;

✓ Funcionários: higienização das mãos antes e após a manipulação dos alimentos ou a qualquer interrupção;

✓ Disponibilizar no “caixa” do restaurante álcool 70% para a Higienização das mãos;

✓ Pagamento de contas: preferencialmente via cartão bancário;

✓ Intensificar a limpeza dos pisos e equipamentos com água e sabão ou produto próprio para limpeza.

✓ Intensificar a higienização dos sanitários sendo que o funcionário deverá utilizar luva de borracha exclusiva, avental, calça comprida e sapato fechado;

✓ Manter todos os ambientes bem arejados;

✓ Serviços que possuírem ar condicionado, manter limpos os componentes do sistema de climatização;

✓ Proibido o uso de bebedouros;

Conforme a dinâmica epidemiológica da doença, novas estratégias de flexibilização ou de restrição de medidas de mobilidade urbana serão estudadas e implementadas ao longo do curso da epidemia.

Prevalecem vigentes todas as recomendações e medidas sanitárias para a prevenção da transmissão do Novo Coronavírus dispostos na página da Secretaria Municipal de Saúde na Internet através do link http://www.saude.curitiba.pr.gov.br/vigilancia/epidemiologica/vigilanciade-a-a-z/12-vigilancia/1290-coronavirus.html.

O governo do Estado do Paraná também publicou ontem (28 de abril) a Lei 20189 que OBRIGA no Estado do Paraná, o uso de máscaras por todas as pessoas que se estiverem fora de sua residência, enquanto perdurar o estado de calamidade pública em decorrência da pandemia do coronavírus SARS-CoV-2, e adota outras providências que relacionamos abaixo:

Obriga as repartições públicas, comerciais, industriais, bancárias e as empresas que prestem serviço de transporte rodoviário, ferroviário e de passageiros a fornecer para seus funcionários, servidores, empregados e colaboradores:

 I - máscaras de proteção;

 II - locais para higienização das mãos com água corrente e sabonete líquido ou pontos com solução de álcool em gel a 70% (setenta por cento);

§ 1° Cabe aos estabelecimentos dispostos no caput deste artigo, exigir que todas as pessoas que neles estiverem presentes, incluindo o público em geral, utilizem máscara durante o horário de funcionamento, independentemente de estarem ou não em contato direto com o público.

O não cumprimento do disposto nesta Lei poderá acarretar sanções pecuniárias que poderão variar:

I - para pessoas físicas: de 1 UPF/PR (uma vez a Unidade Padrão Fiscal do Paraná) a 5 UPF/PR (cinco vezes a Unidade Padrão Fiscal do Paraná);

II - para as pessoas jurídicas: de 20 UPF/PR (vinte vezes a Unidade Padrão Fiscal do Paraná) a 100 UPF/PR (cem vezes a Unidade Padrão Fiscal do Paraná).

 § 1° Em caso de reincidência os valores poderão ser dobrados, sem prejuízo de outras sanções constantes em regulamentos específicos.

A lei entrou em vigor ontem. Link para acesso https://www.legislacao.pr.gov.br/legislacao/pesquisarAto.do?action=exibir&codAto=234115&indice=1&totalRegistros=1&dt=28.3.2020.17.18.26.787

A Excelência desde o dia 23 de março está trabalhando em sistema de home office. 

Disponibilizamos novamente os contatos de telefone celular e pedimos que se necessário utilizem whatsapp, ligação, vídeo chamadas ou e-mail. Abaixo a relação dos telefones que vocês poderão estar utilizando.

DIRETO COM O PROFISSIONAL

CELULAR

DEPTO

Celio

9 9976-7582

Contábil/Fiscal

Luiz

9 9666-0657

Fiscal

Thiago

9 9946-6212

9 9766-0103

Contábil

Ariane

9 9833-0356

Contábil

Erick

9 9833-0351

9 9969-1169

Legal

Ana

9 9729-0022

9 9698-0378

Financeiro

Camila

9 9543-2323

Pessoal

Kelly

9 88751677

Pessoal

Vanessa

9 8870-8340

Pessoal

 

🤲🏽LINK PARA IMPRIMIR MATERIAL VISUAL COM ORIENTAÇÕES PARA LAVAGEM DAS MÃOS

http://www.saude.curitiba.pr.gov.br/images/CARTAZ%20lavagem_maos_ANVISA.pdf

 

🤲🏽LINK PARA IMPRIMIR MATERIAL VISUAL COM ORIENTAÇÕES PARA HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS COM ALCOOL GEL

http://www.saude.curitiba.pr.gov.br/images/CARTAZ%20higienizacao_maos_alcool_ANVISA.pdf